AstronautaSingularidade-ColorindoNuvens

Desde que foram lançadas em 2012 venho colecionando todos os lançamentos do projeto Graphic MSP. Essas HQs trazem como protagonistas os personagens da turminha de Mauricio de Sousa, mas por uma ótica completamente diferente da original realizada pelas mãos de diversos artistas brasileiros.

Ao longo desses dois anos muito material legal já foi lançado e seja pela arte ou pelo enredo delicado cada uma das histórias se destaca em um ponto diferente e é quase impossível conseguirmos escolher uma preferida!

Astronauta Singularidade de Danilo Beyruth é o primeiro lançamento da segunda leva de Graphic MSP e dá continuidade ao primeiro lançamento do projeto – Astronauta Magnetar.

AstronautaSingularidade-ColorindoNuvens01Teaser de Astronauta Singularidade (mais imagens aqui!)

Diferente de seu antecessor Astronauta Singularidade vai direto ao ponto, a proposta é a aventura pelo espaço na tentativa de estudar um buraco negro e nessa expedição, longe da solidão sofrida anteriormente, Astronauta Pereira precisa aprender a lidar com seus companheiros de nave: uma psicóloga responsável pelo seu tratamento após o seu período de naufrágio no espaço e um Major gringo, cujas intenções não são as das melhores.

Nos quadrinhos iniciais percebemos um diálogo tenso. Astronauta está diante de mais uma etapa de sua terapia que tem o objetivo de analisar qual a sua real condição psicológica, após ficar perdido no espaço sozinho, lutando para manter a sanidade.

AstronautaSingularidade-ColorindoNuvens02A arte da HQ

Nessa história percebemos a importância do personagem para a Brasa (Brasileiros Astronautas) já que é o único capaz de pilotar uma nave com tecnologia alienígena desconhecida. O porquê desse jovem do interior ter sido escolhido pelos seres de outro planeta não nos é revelado totalmente, o que abre espaço para uma possível continuação.

Para mim, um dos momentos mais interessantes de toda história está resumida em uma única página, onde as imagens dizem mais do que palavras e astronauta discute silenciosamente o seu lugar na imensidão do espaço.

AstronautaSingularidade-ColorindoNuvensAstronauta frente a frente ao buraco negro

Se em Astronauta Magnetar o seu forte era o aspecto psicológico da história, que tratou tão bem da solidão e dualidade de sentimentos. Em Singularidade, o foco é totalmente a aventura que progride de maneira rápida nos deixando a impressão de que as 80 páginas não foram suficientes para dar mais profundidade à história.

Pesando seus aspectos positivos e negativos, porém, Astronauta Singularidade ainda assim, é uma obra de qualidade, mas nesse caso, a arte definitivamente, se mostrou superior ao enredo e fica quase impossível não compará-la aos outros títulos dessa coleção.

Vocês já conheciam esse projeto? Também colecionam essas HQs? Me conte o que achou!